João Paulo di Medeiros/Futebol de Goyaz

Marcius Fleury


Marcius José Coelho Fleury  •  72 anos  •  Goiânia-GO (BRA)



Linha do tempo


26/03/1947

Nasce Marcius Fleury em Goiânia-GO (BRA).


Histórico


Marcius Fleury foi mais um garoto que sonhou em ser jogador de futebol. Atuou na base esmeraldina durante a década de 1960. No entanto, a habilidade pouco apurada o fez encerrar a carreira como ponta esquerda e o fez seguir na administração de uma banca de revistas nas proximidades do estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira.

Edmundo Pinheiro de Abreu fez o convite para que ele gerisse as categorias de base do Goiás Esporte Clube onde ficou durante 11 anos formando grandes atletas como Luvanor, Luis Frasão, Cacau e tantos outros. Enquanto estava nas camadas inferiores do futebol esmeraldino, Marcius recebeu o contive para integrar a comissão técnica da equipe profissional.

Em 1981 recebeu o convite de Pedro Canedo para assumir a Anapolina na disputa do Campeonato Nacional - Taça de Prata. Levou a Xata ao vice campeonato. No Goianão daquele ano foi a principal equipe da competição. O grande trabalhou chamou a atenção da diretoria do Goiás que o recontratou para a reta final do Campeonato Goiano. A decisão foi contra o ex-time. Em campo a Anapolina levantou o caneco, mas nos tribunais o Verde provou que Osmar Lima atuou de forma irregular e recuperou o título.

Em 2003, Marcius assumiu o comando do Novo Horizonte de Ipameri no Campeonato Goiano e por muito pouco não levantou o caneco naquela temporada, perdendo o título para o Goiás nas cobranças de penalidade máxima.

Clubes: Anapolina (1981); Goiás (1981); Atlético-GO (1983); Goiatuba (1989); Novo Horizonte (2003); Novo Horizonte (2004).


Estatísticas


Campeonato:
Edição:
Clube:



Partidas comandadas: 23
Vitórias: 9 Empates: 8 Derrotas: 6


Partidas




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


Além dos tradicionais estádios Pedro Ludovico Teixeira e Antônio Accioly, outro campo também recebia jogos de times goianienses na década de 1940, do século passado. O Colégio Liceu de Goiás manteve um time de futebol formado pelos estudantes que mandavam seus jogos no campo que ficava no pátio do estabelecimento de ensino.

Históricos em destaque

Atlético-GO (BRA)

9 x 4

Guarani-SP (BRA)

Ver histórico completo



Criciúma-SC (BRA)

6 x 7

Vila Nova-GO (BRA)

Ver histórico completo



Goiás-GO (BRA)

2 x 0

Chapecoense-SC (BRA)

Ver histórico completo