Divulgação

Lucho Nizzo


Luiz Antônio Nizzo  •  55 anos  •  Rio de Janeiro-RJ (BRA)



Linha do tempo


13/02/1963

Nasce Lucho Nizzo em Rio de Janeiro-RJ (BRA).
13/02/2015

Lucho Nizzo é o novo treinador do Crac. Ele chega para a sua segunda passagem no clube de catalão e substitui Mauro Ovelha.
28/03/2015

Após a derrota para o Atlético, o técnico Lucho Nizzo é demitido do Crac de Catalão.
09/11/2016

A diretoria do Crac anunciou a contratação do técnico Lucho Nizzo para a disputa do Goianão 2017
13/02/2017

Sem vencer no estadual, diretoria do Crac anuncia a demissão do técnico Lucho Nizzo


Histórico


Lucho Nizzo é um caso raro no futebol brasileiro. Quando treinador do Tigres, vice-campeão da Segundona de 2008, foi técnico de todas as categorias de base. Profundo conhecedor dos aspectos técnicos e físicos do esporte, Nizzo deixa bem claro que não é a favor de ex-jogadores virarem técnicos sem uma formação. De acordo com ele, profissional tem que ter base. Por sua mão já passaram jogadores como o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, e os meias Anderson, do Manchester United, e Renato Augusto, hoje no Corinthians.

Começou a carreira no Vasco da Gama, com passagens pelas categorias de base da equipe cruzmaltina. Atuou também pelo Madureira, entre outros clubes. Formou-se em Educação Física na Universidade Castelo Branco. Sendo professor do Curso de Formação de Treinadores do Sindicato dos Treinadores de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e da Escola Brasileira de Futebol, Lucho foi treinador de várias equipes na base, entre elas das Seleções Brasileira sub-15, 16, 17 e 19 e da Malásia. Além da base dos seguintes clubes: Fluminense, Botafogo, Madureira e Flamengo.

Clubes: Madureira-RJ base (1989-2000); Fluminense-RJ sub 15 (2001); Botafogo-RJ sub 15 (2002); Malásia sub15/sub17 (2002); Brasil sub 15 (2003); Madureira-RJ (2004); Brasil sub 17 (2004); Goiás sub 17 (2004); Pão de Açucar-SP sub 17 (2005-06); Juventus-SP sub 20 (2006); Pão de Açucar-SP (2007); Juazeiro-BA (2007); Brasil sub15/sub17 (2007-08); Tigres do Brasil-RJ (2008); Flamengo-SP (2009); Brasil sub 17 (2009); Bonsucesso-RJ (2010); Brasil sub 17 (2010); Al-Raed-ARSAU (2010); Cabofriense-RJ (2011); Crac (2012); América-RJ (2012); Boavista-RJ (2013); Goytacaz-RJ (2014); Crac (2015); Villa Nova-MG (2016); Crac (2017).

Conquistas Coletivas:

Feitos Individuais:


Estatísticas


Campeonato:
Edição:
Clube:



Partidas comandadas: 14
Vitórias: 2 Empates: 7 Derrotas: 5


Partidas




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


O Campinas participou de 10 edições do Campeonato Goiano, sendo seis delas com o nome de Associação Campineira de Esportes. As melhores campanhas foram em 1958 e 1961 quando terminou a competição na 4ª colocação. Como Campinas, os melhores resultados foram em 1971 e 1972, quando a equipe tricolor chegou na 5ª posição.

Históricos em destaque

Atlético-GO (BRA)

1 x 0

CSA-AL (BRA)

Ver histórico completo



Goiás-GO (BRA)

11 x 12

Coritiba-PR (BRA)

Ver histórico completo



Figueirense-SC (BRA)

4 x 3

Vila Nova-GO (BRA)

Ver histórico completo