Campeonato Brasileiro - Série D 2016, Segunda fase - 1ª rodada

Domingo, 24/07/2016 16:00 - Jonas Duarte - Anápolis-GO (BRA)


Escalações


Anápolis

(TEC) Ricardo Drubscky



4-5-1
João Vitor
Marcelo
Igor
Renato Justi
Marinho Donizete
João Neto
Juninho Tardelli
Leandro Bulhões
Neílson
Pedro Henrique
Régis
Rafael Assis
Viola
Júnior Barros

Caldense

(TEC) Thiago Oliveira



4-4-2
Neguete
Patrick
Marcelinho
Paulão
Michel
Mineiro
Guilherme Noé
Caio Cézar
Murilo
Éwerton Maradona
Álvaro
Tito
Raí
Wagner


Ocorrências da partida


11'/1 Wagner
24'/1 Tito
26'/1 Neguete
33'/1 Régis
47'/1 João Neto Juninho Tardelli
0'/2 Viola Júnior Barros
0'/2 Caio Cézar Murilo
15'/2 Juninho Tardelli
17'/2 Tito Raí
31'/2 Régis Rafael Assis
37'/2 Éwerton Maradona Álvaro

Público e renda


Renda: R$ 72.250,00
Público: 4.754

Arbitragem





Crônica


Divulgação/Caldense
Por Régis Melo/GloboEsporte.com

Anápolis empata com a Caldense e leva decisão para o jogo de volta

O Anápolis saiu atrás no placar, após belo gol do atacante Tito, perdeu um pênalti cobrado por Viola em boa defesa de Neguete e foi para o intervalo perdendo de 1 a 0. No entanto, a equipe da casa voltou bem na etapa final, cresceu no jogo e conseguiu o empate após uma jogada confusa na área da Caldense, em que Juninho Tardelli, irmão de Diego, apareceu bem posicionado para mandar p... Abrir crônica


Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


Em 1985, A Caixa Econômica Federal ofereceu o prêmio de Cr$ 400 mil para o jogador que fizesse mais gols no segundo semestre. O atacante Bill do Atlético marcou 24 gols, ganhou o dinheiro e, por isso, recebeu o status de "artilheiro do Brasil".