Campeonato Brasileiro - Série C 2015, Quartas de Final - 2ª rodada

Sábado, 17/10/2015 19:00 - Canindé - São Paulo-SP (BRA)


Escalações


Portuguesa

(TEC) Estevam Soares



4-4-2
Anderson
Jonathan
Diego Gonçalves
Anderson Luiz
Luan
Bruno Xavier
Julinho
Renan
Milton Júnior
Boquita
Dieguinho
Paulinho
Guilherme Queiroz
Hugo

Vila Nova

(TEC) Márcio Fernandes



3-5-2
Edson
Gustavo Bastos
Vitor
Vinicius Simon
Igor
Marcelo
Paulo Vitor
Francesco
Ramires
Robston
Marinho Donizete
Moisés
Ermínio
Frontini


Ocorrências da partida


11'/1 Frontini
14'/1 Frontini
18'/1 Marcelo Paulo Vitor
30'/1 Boquita Dieguinho
31'/1 Milton Júnior
44'/1 Paulinho
45'/1 Hugo
45'/1 Frontini
0'/2 Jonathan Diego Gonçalves
12'/2 Vitor
17'/2 Luan Bruno Xavier
35'/2 Vinicius Simon Igor
39'/2 Moisés Ermínio

Público e renda


Renda: R$ 140.920,00
Público: 17.282

Arbitragem





Observações


O atacante Frontini completou 50 jogos com a camisa do Vila Nova.

Na madrugada de sábado, o pai do técnico Márcio Fernandes, o sr. Ernesto Fernandes, faleceu, aos 88 anos, em decorrência de um avc. Foi concedido um minuto de silêncio em homenagem a ele e os jogadores do Vila entraram em campo com uma tarja preta no braço.

O técnico Márcio Fernandes foi expulso, aos 46 minutos do primeiro tempo, após reclamação acintosa contra a demora da arbitragem para autorizar o retorno do volante Ramires ao campo.


Vídeo




Crônica


Ricardo Rafael / O Popular
Por: Vitor Alves Monteiro / Portal 730

O Tigrão voltou! Frontini decide, Vila supera adversidades, vence Lusa e garante acesso

A experiência, a garra e o apoio da torcida fizeram a diferença. E com atuação decisiva do artilheiro Frontini, ídolo colorado, o Vila Nova voltou a vencer a Portuguesa. Dessa vez, o triunfo de 2 x 1 sobre a Lusa veio no Canindé, garantiu vaga nas semifinais e, de quebra, confirmou o retorno à Série B do Brasileirão.
Paulinho, no fim da etapa inicial, ch... Abrir crônica


Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


O Campinas teve dois artilheiros de campeonatos goianos: Waltercides com 19 anos, em 1963, quando o clube se chamava Campineira e Lindenberg, em 1971, que dividiu a artilharia com Carlos Ramos, do Goiânia, ambos com 9 gols.

Históricos em destaque

Atlético-GO (BRA)

9 x 4

Guarani-SP (BRA)

Ver histórico completo



Criciúma-SC (BRA)

6 x 7

Vila Nova-GO (BRA)

Ver histórico completo



Goiás-GO (BRA)

2 x 0

Chapecoense-SC (BRA)

Ver histórico completo