24 de junho de 2021
  • WhatsApp
  • Comunicar erro

NOTÍCIAS

18/03/2021 07:00

#TBT | Presidente do Vila Nova entrega carta renúncia e Conselho autoriza afastamento

Léo Iran

Depois de dez meses no comando do Vila Nova, o então presidente Joás Abrantes entrega carta renúncia ao conselho deliberativo do clube. A decisão é tomada após integrantes da torcida organizada realizarem um protesto violento em frente a casa do dirigente. Uma bomba chegou a ser arremessada dentro de sua casa. Na época, a Polícia não identificou os autores que ficaram impunes.

Joas Abrantes foi escolhido pelo Conselho Deliberativo do Vila Nova para assumir o cargo de presidente executivo do clube após a renúncia de Marcos Martinez que não conseguiu explicar um superávit de R$1,5 milhão no exercício 2012. Além disso, o time tinha corrido sério risco de rebaixamento no campeonato estadual, escapando na última rodada.

Conselheiro desde a década de 1990, ele assumiu o clube junto com o grupo liderado por Leonardo Rizzo, José Eduardo Vilela, Carlos Alberto Barros, Newton Ferreira e Edson Pio. No discurso, a missão era resgatar a credibilidade do Vila Nova Futebol Clube. No final da temporada 2013, o time conquistou o acesso a segunda divisão nacional.

Em dezembro do mesmo ano, foi realizada a eleição já prevista pelo estatuto do clube. Com o acesso em mãos, foi fácil para que a atual diretoria vencesse as eleições por 72 a 20. Carlos Alberto Barros foi aclamado presidente do Conselho e Joas Abrantes aclamado presidente executivo. A disputa eleitoral ficou restrita ao COF (Conselho de Orientação e Fiscalização).

O desempenho da equipe não foi o esperado durante o Goianão 2014 e o time acabou sendo rebaixado. O torcedor invadiu a sede do clube e depredou parte da estrutura do clube. Alguns torcedores ameaçaram o presidente Joas Abrantes que solicitou licença do cargo. O Conselho Deliberativo autorizou o afastamento por no máximo 180 dias e Rodrigo Nogueira, vice presidente, assumiu interinamente o cargo.

Há 69 anos...

A Federação Goiana de Futebol se reuniu com o proprietário da Fazenda Capivara, Júlio Brandão, para alugar o local para os treinamentos e concentração da Seleção Goiano que se preparava para o duelo contra a Seleção Matogrossense. Os jornais da época diziam que o local tinha “todos os requisitos necessários a um completo descanso moral e físico”.

Há 43 anos...

Nascia em Goiânia o atacante Fernandão (Fernando Lúcio da Costa). O jogador começou aos 12 anos na base do Goiás, estreou no profissional aos 17 anos, conquistou títulos, fez gols inesquecíveis e ganhou projeção internacional com passagens pela seleção brasileira, pelo futebol francês e do Catar e grandes clubes brasileiros como São Paulo e Internacional. Faleceu em 7 de junho de 2014 após um acidente aéreo.

Há 35 anos...

Nascia o Esporte Clube Quirinópolis na região sul do Estado de Goiás. O clube fundado em março de 1986 disputou sua primeira competição oficial dois anos mais tarde quando conquistou seu único título – Campeão Goiano da Segunda Divisão (1988) ao derrotar o Goianésia por 2 a 1, no estádio Bichinho Vieira. Na elite do futebol goiano foram seis participações (1989 a 1994), até ser rebaixado em 1994. O clube se afastou das competições oficiais até voltar em 2011 para disputar a Série C do Goianão. Em 2015 voltou a encerrar as atividades após novo rebaixamento. Atualmente o clube é presidido por Romisdete Pereira Neves.

Mais notícias

29/04/2021 - #TBT | Vila Nova vence Anápolis e mantém disputa por título estadual
23/04/2021 - Em 1970, Anápolis recebeu encontro inédito de 'grêmios'
19/04/2021 - Atlético-GO disputou o 1º jogo internacional da história do futebol goiano
18/04/2021 - #2 | O Jogo da Memória de Crac x Vila Nova
18/04/2021 - #TBT | Atlético vence Santa Cruz-PE e garante vaga inédita na Copa do Brasil
Desenvolvido por brgomes.com