04/03/2017 10:06  •  Atualizada em 04/03/2017 10:06

Jayro Rodrigues: A história de quem eternizou o futebol por meio de palavras

Atualmente o jornalista trabalha no Centro Administrativo atuando na Secretaria de Comunicação Estadual


Internet/Jornal Opção

O personagem deste final de semana não foi destaque dentro das quatro linhas. Reconhecidamente tinha pouca habilidade com os pés. No entanto, foi responsável por contar histórias, eternizar craques, por meio de notícias, no rádio e jornais, durante mais de cinco décadas. Jayro Rodrigues da Silveira, jornalista, vilanovense, palmeirense, um dos pilares do jornalismo esportivo goiano é a atração da edição #141 do programa Futebol de Goyaz e suas histórias, neste domingo, 5, a partir do meio dia, na Rádio 730.

Jayro Rodrigues nasceu em Rio Verde, em abril de 1940. Ainda na infância foi morar na cidade de Jataí e aos dez anos de idade desembarcou ao lado da mãe na cidade de Anápolis. Apaixonado pelo esporte, porém excluído pela falta de habilidade com ela nos pés, começou a se apaixonar pelo jornalismo ao escrever no jornal do Grêmio Estudantil do colégio.
Em 1963, já atuava como correspondente do jornal O popular na cidade de Anápolis, e por destino e na falta de um comentarista passou a trabalhar também na Rádio Carajá. A medida que ganhava experiência foi construindo um estilo próprio: contundente, de voz firme e informações precisas.

Jayro Rodrigues trabalhou em vários veículos impressos no estado: O popular, Diário da Manhã, Jornal Opção, O Anápolis entre outros... No meio radiofônico atuou como comentarista e muitas vezes chefe de equipe nas rádios São Francisco, Anhanguera, Brasil Central, Difusora e na TV Anhanguera. O jornalista ainda foi correspondente do Jornal da Tarde e da Revista Placar na década de 1970.

No futebol, mesmo sendo um exímio amante das cores verdes da Sociedade Esportiva Palmeiras, por inspiração da esposa se encantou pelo rubro do Vila Nova Futebol Clube onde não escondeu ser torcedor e reconheceu interromper a carreira na crônica esportiva quando percebeu que o torcedor, muitas vezes, tinha mais força que o profissional.

IMPERDÍVEL

JÁ NAS BANCAS - A segunda edição do Almanaque do Futebol Goiano já está nas bancas. Todos os detalhes, curiosidades e informações da temporada 2016 em imagens, textos e muito conteúdo.

São mais de 53 mil resultados cadastrados, mais de 6 mil jogadores catalogados e mais de 4 450 fichas completas. No site também estão todas as edições do programa Futebol de Goyaz e suas histórias.

Conhece um ex-jogador? Nos indique. Use o whatapp 062 99666 9146, nosso novo canal de participação com nossos seguidores. Envie áudio, relembre um jogo inesquecível. Peça detalhes de um grande ídolo. Quem sabe, você é o próximo a participar de nosso programa.

Sabe de um potencial anunciante? Nos repasse. Quer dar visibilidade à sua Marca ou Produto? Fale com a gente. Estamos desenvolvendo um trabalho para ficar eternizado na história. Participe conosco!




Mais notícias




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


Em seu primeiro jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, o Goiânia venceu o CEUB (DF), por 2 a 1. A partida foi realizada no dia 24/08/1975, no Estádio Serra Dourada.

Históricos em destaque