Tomazinho


Thomaz de Aquino Gonçalves  •  85 anos  •  Atacante



Ficha técnica


Data de nascimento: 07/03/1933
Naturalidade: Conquista-MG (BRA)
Melhor pé: Direito


Linha do tempo


07/03/1933

Nasce Tomazinho em Conquista-MG (BRA).
25/01/1952

Os jogadores do Goiânia, China, Tomazinho e Caixão, acompanham o treino do Atlético. O primeiro diz que gostaria de defender o clube rubro-negro.
01/02/1952

Os jogadores Goiá e Tomazinho são convocados para se juntar ao plantel da seleção goiana.
16/09/1952

O técnico do Goiás, Pão Duro, cogita pedir três jogadores do Goiânia emprestados para o jogo contra o Ituiutaba - Tomazinho, Loló e Pernambuco.
12/01/1953

Surgem boatos de que Tomazinho e China, do Goiânia, podem ser trocados por Eudes, do Goiás.
17/01/1953

O Goiás segue interessado em Tomazinho. Agora, surge a informação de que o clube pode oferecer Goia pelo jogador do Goiânia.
19/01/1953

O Goiânia coloca a venda os jogadores Bessa, Bagainha, China e Tomazinho.
14/02/1953

Goiás oferece Goia por Tomazinho, do Goiânia.
04/03/1953

Dirigentes do Goiânia só aceitam liberar Tomazinho para o Goiás se for em troca de Eudes.
04/03/1953

O Goiânia proíbe jogadores que estão em litígio com o clube treine em outras agremiações. Com isto, China e Tomazinho que treinam no Goiás terão que retornar, sob pena de serem suspensos.


Histórico


Thomas de Aquino Gonçalves foi um ponta direita de bastante destaque no futebol goiano durante a década de 1950 quando vestiu a camisa do Araguaia, Tiro de Guerra, Goiás e Goiânia antes de ter sido vendido ao Atlético Mineiro por Cr$ 800 mil onde se tornou ídolo e é um dos principais artilheiro da história do galo mineiro.

Em Goiás, participou a campanha do Goiânia Esporte Clube durante o pentacampeonato, o primeiro clube a conquistar o feito no Estado. Em Minas, o atleta foi tricampeão em 1954, 1955 e 1956, sendo o artilheiro da equipe nas duas últimas conquistas.

Em Belo Horizonte, enquanto vivia o futebol, dedicava tempo aos estudos onde se graduou em educação física. Após decidir abandonar os gramados, ele e o irmão, Paulo Gonçalves, receberam o convite para trabalhar e ajudar a construir a ESEFEGO (Escola de Educação Física do Estado de Goiás).

Em solo goiano, foi convocado inúmeras vezes para a seleção goiana.

Clubes: Araguaia (1950); Goiás (1951); Goiânia (1951-53); Goiás (1953); Atlético-MG (1954-58); Palmeiras-SP (1959-60); Cruzeiro-MG (1960).

Depois de se aposentar, Tomazinho virou técnico de futebol, comandando várias times do futebol goiano. Clique e confira os detalhes da carreira dele como treinador.


Estatísticas


Campeonato:
Edição:
Clube:



Partidas disputadas: 26
Vitórias: 16 Empates: 5 Derrotas: 5
Gols marcados: 14 Cartões amarelos: 0 Cartões vermelhos: 0
Gols contra: 0


Partidas




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


O atacante Carlinhos marcou o primeiro gol do Vila Nova no Campeonato Brasileiro. Ele fez no empate do time goiano contra o Atlético(PR), por 1 a 1, no dia 23/10/1977, no Estádio Serra Dourada.