Arquivo Pessoal/Júlio César

Júlio César


Júlio César Garcias  •  50 anos  •  Meia



Ficha técnica


Data de nascimento: 28/01/1967
Naturalidade: Itapirapuã-GO (BRA)
Melhor pé: Direito


Linha do tempo


28/01/1967

Nasce Júlio César em Itapirapuã-GO (BRA).
12/02/2015

Itaberaí acerta a contratação de Júlio César, imperador, para assumir o cargo de diretor de futebol do clube.


Histórico


Nascido em uma localidade próxima a Cidade de Goiás, antiga capital do estado, Júlio César veio para Goiânia aos 5 anos de idade onde viveu boa parte de sua infância e juventude no bairro São José, um reduto de atleticanos. Iniciou sua trajetória dentro do futebol nas escolinhas do Atlético Goianiense onde se profissionalizou em 1986.

Em meio a uma base formada pelos campeões goianos de 1985, Júlio César cresceu, apareceu e chamou a atenção do clube mais popular do Brasil. O meia foi campeão goiano em 1988 e campeão brasileiro em 1990. Após a disputa de uma Série B no ano seguinte, chamou a atenção de Flamengo-RJ e Grêmio-RS, optou pelo Rio de Janeiro.

Na Gávea chegou para compor elenco que tinha Júnior, Zinho e Uidemar na formação titular do meio campo e acompanhava os primeiros passos de Djalminha, Marcelinho Carioca e Paulo Nunes. Ganhou a preferência no lugar da garotada e em pouco tempo se tornou o "Imperador da Gávea".

Depois de três temporadas no clube carioca, Júlio César foi negociado com o Guarani, clube o qual fez parceria com Luizão e Amoroso, chegando ao terceiro lugar no Brasileirão 1994. Três anos mais tarde, Paulino Vilela, Wilson Balzacchi e João Carneiro foram até Itú, no interior paulista, para acertar a contratação do meia para reforçar o Vila Nova na disputa da Série B 1997, ano que os vilanovense bateu na trave quanto ao sonho de disputar a elite do futebol nacional.

Depois de circular pelo interior de São Paulo e no futebol paraense, Júlio volta ao futebol goiano para defender as cores da Anapolina, no ano de 2001. Como um dos destaques, teve sua foto estampada em cartões telefônicos da Telegoiás, antiga empresa estatal de telefonia.

O futebol acabou o levando a atuar nos Emirados Árabes por alguns meses, antes de encerrar a carreira no Dragão rubronegro, onde tudo começou. Tentou abandonar o futebol, porém, o futebol jamais o deixou sair. Júlio virou dirigente do Imperatriz-MA e Itumbiara. Fez curso de gestão esportiva e hoje desbrava novos caminhos no futebol. Bandeirantes de Birigui-SP (2013); Paraupebas-PA (2013-14) e Arquiquemes-RO foram os primeiros clubes do ex-jogador que aguarda uma chance para provar, agora na área técnica, que mantém a mesma habilidade dos tempos de jogador.

Clubes: Atlético (1986-1991); Flamengo-RJ (1992-94); Guarani-SP (1994); XV de Piracicaba-SP (1995); Atlético-MG (1995-97); Ituano-SP (1997); Vila Nova (1997); Paulista-SP (1998); Paysandu-PA (1998); União Barbarense-SP (1999); Figueirense-SC (1999); Remo-PA (1999); Garça-SP (2000); Inter de Limeira-SP (2000); Anapolina (2001); Al Khalef-EMR (2001); Marília-SP (2001); Atlético (2002).

Conquistas Coletivas:
Campeonato Goiano: 1988 (Atlético)
Campeonato Brasileiro - Série C: 1990 (Atlético)
Campeonato Brasileiro - Série A: 1992 (Flamengo)
Acesso Campeonato Paulista: 1997 (Ituano)
Campeonato Paraense: 1998 (Paysandu)
Campeonato Catarinense: 1999 (Figueirense)

Feitos Individuais:
Artilheiro do Campeonato Brasileiro - Série C de 1990, pelo Atlético-GO, com 10 gols.
Artilheiro do Atlético no Campeonato Brasileiro – Série B de 1991, com 5 gols.
Jogador com mais jogos disputados pelo Atlético no Campeonato Brasileiro - Série C de 1990, ao lado de Zé Valdo, Luís Almeida, Varta, Márcio Defendi e Paulo César Jabuticaba, com 10 partidas.
Jogador com mais jogos disputados pelo Atlético no Campeonato Brasileiro – Série B de 1991, ao lado de Márcio Defendi, com 14 partidas.


Estatísticas


Campeonato:
Edição:
Clube:



Partidas disputadas: 72
Vitórias: 30 Empates: 19 Derrotas: 23
Gols marcados: 27 Cartões amarelos: 3 Cartões vermelhos: 1
Gols contra: 0


Partidas




Programa de rádio

Edição 160 - Célio Gaúcho

Todos os domingos às 12h na Rádio 730

Enciclopédia


O Flamengo(RJ) foi o primeiro time a conquistar um título no Estádio Serra Dourada. O clube carioca venceu o torneio quadrangular Leonino Caiado, realizado três dias após da inauguração da praça esportiva. Além do rubro-negro, a competição contou com a participação da Argentina, do Palmeiras e da seleção goiana.

Históricos em destaque

Atlético-GO (BRA)

2 x 10

Fluminense-RJ (BRA)

Ver histórico completo